Ato de Amor

O professor do colégio estava dando uma aula sobre o Amor. Para ilustrar, pede aos seus alunos que deem exemplos de atos de amor.

A Claudinha apresenta o seguinte:

— No dia do aniversário da minha tia, o titio deu a ela uma caixa de bombons!

O Paulinho conta:

— Um dia meu pai chegou em casa com um buquê de rosas para a minha mãe.

Foi quando o Joãozinho pediu para falar:

— No mês passado, meu primo comprou uma moto nova e começou azarar a filha do vizinho. Conversa pra lá, conversa pra cá; ele convenceu a garota a ir dar uma volta de moto. Ela subiu na garupa e eles desceram a rua.

Como a conversa estória estava comprida, o professor pergunta:

— Joãozinho, mas cadê o ato de amor dessa historia?

E o Joãozinho responde:

— Mas eu ainda não terminei! — e toca a história para frente — No fim da ladeira ele virou para pegar a outra rua, só que entrou na mão errada. Quando viu, vinha vindo um ônibus pra cima deles. Assustado ele desgoverna a moto e os dois se arrebentam num muro.

— Mas Joãozinho, onde é que está o ato de amor da sua história? Eu não vi nenhum. — pergunta o professor.

Mas o Joãozinho imediatamente responde:

— É... Eu também não vi o tal ato de amor, mas que eles se fuderam, se fuderam!

Próxima
>
<
Anterior
<
Voltar
+ categorias